Home / COLUNAS

COLUNAS

CATAR FEIJÃO NA MÁQUINA DO TEMPO

Esqueci onde tinha estacionado o carro e um amigo me zoou: “Isso é problema de DNA”. Então lembrei a ele que, hoje, todo mundo com mais de dezesseis anos está na vala comum da data de nascimento antiga: todos nascemos no século passado. Meu amigo, que tinha lido o Umberto ...

Leia Mais »

A BALA, O BISCOITO E A FLOR DE LÓTUS

Eu me lembro de um tempo em que as formas, as cores e os sabores dos produtos não estavam desvanecidos na entropia promovida pela sociedade de consumo. Dentro desse tempo, minha memória recorta um momento particular em que pedi a minha mãe uma bala; enquanto ela pegava essa bala, numa ...

Leia Mais »

A IDADE DA TERRA

            Naquele tempo a Terra começaria a receber visitações. Para alguns, os Visitantes eram criaturas sobrenaturais, Anjos e Demônios; para outros, tratava-se de alienígenas extraterrestres. Fosse o que fosse, o Visitante nunca se apresentava na forma de um ente, mas se manifestava como um fenômeno: anunciado por um estrondo formidável, ...

Leia Mais »

EVA E AS UVAS

Vendo o rubro e rútilo cacho de uvas lá no alto, ela chegou à conclusão de que seu nome deveria ser Eva, porque nas velhas cartilhas estava escrito que Eva viu a uva.  Também concluiu que era uma raposa, pois ela se pega num fingido desdém pelas uvas, fora do ...

Leia Mais »

SIMPATIA POR VAMPIROS

Acabo de viajar pela África do século XIX, através de uma narrativa intitulada “PANDORA EN EL CONGO”. Nela, o catalão Albert Sánchez Piñol aborda o absurdo das relações entre colonizadores e colonizados, pelo viés da farsa e da fantasia. Tal absurdo faz com que o personagem-narrador comece a perder a ...

Leia Mais »

SONETO PARA CORRUPTOS

Roubou o anel da mão que fez o parto e bateu a carteira do parteiro, deu arrastão na turma do berçário, furtou o leite do irmão de peito. Este promete! Há de ser prefeito, disse o padrinho; vai ser deputado, previu vovô – e mais: não satisfeito, ele será um ...

Leia Mais »

DAVID BOWIE E O SACI

Assombração sabe para quem aparece, diz Ana Maria. O que Ana Maria fala eu escrevo. E, para escrever sobre assombração, nada melhor que voltar ao sítio da Dona Benta, onde tudo se encanta e desencanta misturadamente. É lá que ouvimos a conversa entre Saci e Pedrinho, em que o encantado ...

Leia Mais »

A TORRE DE BABELÔNIA

Vencida a última duna do deserto, chegou a Babelônia a caravana dos mineiros que iam perfurar a abóbada celeste. Desapeados dos camelos e dos dromedários, os homens descarregaram as ferramentas do lombo dos onagros e se dirigiram para o acampamento ao pé da Torre. Lá se confraternizaram com os pedreiros ...

Leia Mais »

SONHOS & ESCOLHAS

Como atingir nossos sonhos realizando boas e decisivas escolhas?  Ao passo que decidimos por algo estamos fazendo escolhas e por consequência renunciando a outras, saber o real valor de cada escolha e dosar tal decisão é de grande importância para que tenhamos uma vida em constante sintonia e que no ...

Leia Mais »

AMAR COMO PLATÃO AMOU

Ele: – O que você está lendo aí, tão concentrada? Ela: – “A defesa de Sócrates”. Ele: – Já vi vídeo dele. Craque. Fazia até gol de calcanhar. Mas não sabia que jogou também de goleiro. Ela: – Este aqui é o Sócrates filósofo. Ele: – Filósofo? Ele que escreveu ...

Leia Mais »

Publicidade